Cidade do interior publica decreto com estabelecimentos que podem reabrir após reclassificação

Prefeitura de Cruzeiro do Sul vai reabrir quadras de esporte, academias e igrejas, que só podem funcionar a partir da fase amarela ou verde.

Prefeitura de Cruzeiro do Sul divulgou o decreto oque estabelece a reabertura de comércios Arquivo/PF A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, divulgou um decreto nesta quinta-feira (9), que determina quais estabelecimentos e atividades podem retomar com restrições após a cidade ser reclassificada de fase.

A publicação estabelece que podem voltar a funcionar o shopping do município, restaurantes, pizzarias, lojas e roupas e calçados; camelôs; quadras de esportes; espaços públicos; academias; motéis; igrejas; lojas de materiais de construção; salão de beleza; lojas de móveis; papelarias; entre outros pontos.

Porém, nem todos os espaços listados no decreto estão autorizados pelo Pacto Acre Sem Covid, criado pelo governo do Acre e que avalia os casos de Covid-19 nas cidades em fases.

É o caso de igrejas e templos religiosos, que só podem passar a funcionar a partir da fase amarela; de academias, que estão autorizadas a reabrir na fase verde e com apenas 80% da capacidade e dos espaços púbicos, e quadras, também autorizadas a funcionar só na fase verde.

Prefeito de Cruzeiro do Sul diz que vai reabrir igrejas a partir de sábado Na segunda (6), a região do Vale do Juruá, onde Cruzeiro do Sul fica, e a região Tarauacá/Envira saíram da fase de emergência, representada pela cor vermelha, e passaram para a fase de alerta, na cor laranja.

Com isso, os municípios dessas regionais devem avaliar e decidir quais atividades retornam.

Em entrevista à Rede Amazônica Acre, na última segunda-feira, o prefeito Ilderlei Cordeiro falou sobre o plano montado para reabertura das atividades comerciais na cidade e sinalizou para a reabertura das igrejas como atividade essencial duranta a pandemia. Ele explicou que a ideia era retomar as atividades a partir de sábado (11), após a inauguração do hospital de campanha de Cruzeiro do Sul, mas que todos os proprietários e empresários precisam garantir que todas as medidas de prevenção vão ser tomadas.

Entenda as fases Cruzeiro do Sul tem mais de 2,2 mil casos de Covid-19, segundo o boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) desta quinta.

Mais de 30 pessoas já morreram na cidade vítimas da doença e outras 78 são consideradas curadas.

Fiscalização A publicação da prefeitura destaca que cada setor específico da gestão municipal, incluindo a Vigilância Sanitária e a polícia, tem o dever de garantir a fiscalização nos espaços abertos. A Secretaria de Transporte e Trânsito da cidade precisa garantir e fiscalizar se os motoristas estão usando máscaras e álcool em gel durante o trabalho.

Em caso de comprovação de descumprimento das regras e medidas de prevenção, os empresários e responsáveis pelos estabelecimentos deve sofre punições e até interdição do espaço.

A prefeitura também proibiu a circulação de pessoas sem máscaras nos estabelecimentos.

Pessoas com comorbidades, crianças, grávidas, idosos e outros do grupo de risco da Covid-19 devem evitar sair de casa sem necessidade.

Categoria:Acre