Dengue: Mogi Guaçu tem 108 novos casos confirmados e total na cidade chega a 1.527

Boletim divulgado na sexta-feira (22) contabiliza 4.346 notificações e 104 pacientes aguardando os resultados dos exames.

Aedes Aegypti é o mosquito transmissor da dengue Marvin Recinos/AFP Mogi Guaçu (SP) registrou 108 novos casos de dengue em uma semana, de acordo com o boletim epidemiológico da Vigilância Epidemiológica de sexta-feira (22).

Com isso, o total de infectados na cidade neste ano subiu de 1.419, número divulgado no dia 15 de maio, para 1.527.

Não há mortes registradas pela doença no município em 2020. Ainda segundo o boletim, 4.346 notificações foram feitas ao longo do ano.

Além dos 1.527 casos confirmados, 104 pessoas aguardam resultados e 2.715 diagnósticos deram negativo. Devido aos altos números, Mogi Guaçu está em estado de alerta.

A região mais afetada continua sendo a de Guaçu-Mirim, próxima à divisa com o município de Mogi Mirim (SP), com 178 confirmações da doença, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypiti. Logo atrás vêm as regiões do Centro de Saúde e a Zona Norte, que confirmaram 162 e 166 casos cada, respectivamente. Medidas e cuidados Em nota, a prefeitura afirma que equipes da Secretaria de Saúde farão uma nova aplicação de inseticida, a partir de terça-feira (26), nos bairros São Carlos, Vila São Carlos, Santana, Jardim da Lagoa, Santa Maria II, Jardim Novo I e parte do Jardim Santo Antonio. A administração reforça que, em caso de um morador apresentar sintomas como febre, dores musculares, dor no fundo dos olhos e manchas vermelhas ao longo do corpo, ele deve procurar imediatamente o posto de saúde mais próximo e evitar a automedicação. Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Categoria:SP - Campinas e região